“Congaudeant catholici” é um célebre cântico dos peregrinos a Compostela, composto por Albertus Parisiensis no século XII e integrado no «Codex Calixtinus». Do verbo latino “congaudeo” [que significa “alegrar-se com”], “congaudeant” é um convite à alegria partilhada, essa alegria indescritível que os peregrinos testemunham no Caminho e na experiência transfiguradora da chegada à Catedral de Santiago.
É nesse espírito que José Rui Teixeira propõe o projeto Congaudeant: uma comunidade de peregrinos reunida em torno da experiência do Caminho de Santiago, que promove, estuda, reflete e divulga o fenómeno dos Caminhos, a sua espiritualidade e tradição.
Para além da organização de caminhadas, propõe e disponibiliza documentos, informações e conselhos para os peregrinos. Trata-se de um projeto inspirado no Evangelho, na tradição da Igreja e no humanismo cristão, ponto-de-partida para um “aggiornamento” da identidade cristã à luz da condição de peregrino.